Olha só!, é um blog olho no olho, quero dizer, palavra no ouvido, grito no espaço, segredo e colapso público. É pra conversar um pouco pois é conversando que a gente se entende. Um pouco. Em tempo: todas as fotografias são do mesmo autor dos textos.
Segunda, 14 de março de 2011
VISAGEM

 

Nem sei bem que extrato brota em mim, privar de tanto de sua intimidade, mesmo em palavras, mesmo só na vontade. Mas saiba que  você não esteve sozinha neste tempo dito e descrito para mim, naquele banho de sábado. Assim como um visionário, estive com você, mesmo depois de tudo acontecer. Pura sedução, você deve saber que me enviou tudo de paixão da beleza: uma mulher se cuidando e roçando seus dons de carícias e reconhecimentos de certezas. Uma bela mulher se sentindo inteira. E é claro que é um enlevo ótimo, óbvio que é uma tentação, esclarecidamente um tesão. Mas também uma sensação frágil e tensa, delicadamente intensa, ordinariamente um homem que vê uma mulher e a deseja.

Nem sei bem que cheiro gerou esse extrato de mim, que matrizes, que matizes, que perfume exalou em meus narizes. Só sei que naquela hora te amei só pela vertigem, somente por nós dois sermos tão amantes e tão virgens.

 

marco/20.11.2010.

 

Páginas
1