Olha só!, é um blog olho no olho, quero dizer, palavra no ouvido, grito no espaço, segredo e colapso público. É pra conversar um pouco pois é conversando que a gente se entende. Um pouco. Em tempo: todas as fotografias são do mesmo autor dos textos.
Terça, 27 de março de 2012
CERES



ser
humano
já é um absurdo.
ser um
ser humano
mulher
é o máximo do apuro.

por isso nem peço licença
ou rogo incelenças,
eu nem discuto
somente amo

a mulher,
suas doçuras e excrescências,
essências e tonalidades
identidade única.

mulher é particular
além de ser múltipla
pés no chão da realidade
porém entidade mediúnica

a criadora que gesta
a gestora que cria
minha mãe, minha irmã
minha mulher
seres de luz
na vida.


marco.
08.03.2012.

Segunda, 26 de março de 2012
O AMOR APURA



Amar é tóxico, inexoravelmente viciante. Faz algum bem? Também faz bem mal. Então porque ficar dependente de uma droga que não cura, somente remedia àqueles que são pacientes?
O estado de transe, o sentir-se em êxtase, é o mesmo que estar dormente sem apurar o quanto essa sensação é indício de algo doente.
Amar é ótimo mas é sempre aliciante.
Amar é perto da loucura, distante da segurança, instiga vinganças, ilumina a face escura das pessoas mais puras.
Amar é ótimo mas tem do açoite a tessitura, traz o ódio entremeado em suas canduras, no terno claro de hoje o eterno negror emprenhado no que futura.
Amar é bélico, uma reciclável manufatura.

marco.
03.02.2012.

Páginas
1